No final da brincadeira – (Roberto Menescal e Oswaldo Montenegro)

Deixa eu tentar

Mesmo que não seja o mesmo lugar

Mesmo que não seja a mesma canção

Deixa eu fingir que é possível tentar

Faz isso não

Não me conta que o destino escapuliu

Que não há como ir buscar o que partiu

Deixa o tempo andar pra trás

Tenta deixar

Que não seja como sempre será

Tudo igual ali no mesmo lugar

Vento morno ranço e desespero

Deixa estar

Não demora a gente volta a brincar

Como se o começo fosse voltar

No final da brincadeira

COMPARTILHE:
Todos os direitos reservados