Mil Rios – (Roberto Menescal e Costa Netto)

Sei que algumas canções

Conseguem envolver

Mas são tão poucas que nos violões

Vão se eternizar

Qual a paixão que transbordou

Suas amarras foi soltar

Cruza oceanos um barquinho além-mar

Concordo que algumas canções

Nos fazem aplaudir

Mas são tão poucas que vão sussurrar

E o mundo inteiro ouvir

O azul que cedo entardeceu

Você prendeu no seu olhar

E nas canções deixou o Rio escapar…

Nunca ninguém conseguiu

O amor aprisionar

Talvez seja essa a razão de cantar

O Rio dos versos seus

Desata os nós e o mar

E mil novos Rios vão viver

Pra contar

COMPARTILHE:
Todos os direitos reservados