DOWNLOAD RIDER

 

Roberto Menescal, Cris Delanno e o grupo BossaCucaNova já rodaram literalmente o mundo com esse show, que também recebeu prêmios como o  Grammy Latino junto com Ivan Lins e foi apresentado no Festival MIDEM (International Market of Record and Musical Edition), em Cannes, França.

O motivo de tanto sucesso é que o show reúne no mesmo palco a bossa nova clássica, representada por um dos seus maiores nomes, Roberto Menescal, e a moderna representada pela nova onda eletronic-jazz do movimento do BossaCucaNova, sucesso no Brasil e no exterior. Temperando essa fusão a voz de Cris Delanno, considerada por Menescal uma das maiores cantoras do Brasil. Cris está inteiramente afinada com os dois lados, já gravou vários CDs da bossa nova clássica com Menescal e é vocal do BossaCucaNova.

As duas linguagens (clássica e moderna) da Bossa Nova podem ser aparentemente incompatíveis, mas surpreen-dem o público nesse espetáculo. O show começa com Menescal e Cris Delanno sozinhos, voz e gui-tarra, em releituras de alguns clássicos da bossa nova, orques-trados com a guitarra mundialmente conhecida e novos arranjos do mestre Menescal, entre eles, Telefone, Influência  do Jazz, Se todos fossem iguais a você , Samba de uma nota só e Wave.

Logo em seguida entra o grupo Bossacucanova com um ritmo envenenado que casa brilhantemente com a guitarra inocente e suingada de Menescal. O Ritmo sampleado de vinil da década de 60, somado ao moderno timbre da música eletrônica leva reeleituras de clássicos como Nanã, Rio, Garota de Ipanema, Água de Beber, dentre outros.